facebook_pixelSAINT-GOBAIN CRIA FUNDO DE CARBONO INTERNO PARA OS SEUS COLABORADORES | Projectista
Saint-Gobain Portugal S.A.

SAINT-GOBAIN CRIA FUNDO DE CARBONO INTERNO PARA OS SEUS COLABORADORES

Data de publicação

Com a premissa de incentivar todos os seus colaboradores a participarem no caminho para a neutralidade do carbono até 2050 e de contribuir para a meta da redução de emissões de CO2 do Grupo para 2030, a Saint-Gobain investiu no lançamento de um Fundo de Carbono interno. Implementado pela primeira vez numa região piloto – o norte da Europa1 -, o fundo visa acelerar a redução das emissões não-industriais de CO2 através das ações quotidianas dos colaboradores e de investimentos direcionados para as instalações.

As áreas que estes investimentos abrangem estão direcionadas, essencialmente, para a mobilidade sustentável dos colaboradores, para as Energias Renováveis, para a melhoria do bem-estar geral e para a eficiência energética nas unidades da Saint-Gobain.

Este Fundo de Carbono baseia-se no preço interno do carbono do Grupo para decisões de investimento, recentemente aumentado para €50/tonelada de equivalente de CO2, e converte parte da redução das emissões de CO2 em dinheiro, com vista a financiar projetos que visem reduzir a pegada de carbono do Grupo, criando um círculo virtuoso. Esses projetos, propostos e selecionados pelos colaboradores, incidem sobre o seu ambiente profissional.

“O Fundo de Carbono incentiva todos e cada um dos nossos colaboradores, onde quer que trabalhem, a apresentarem as melhores iniciativas, desde pequenas ações ecológicas do dia-a- dia até aos investimentos de alto impacto. Estou orgulhoso do lançamento deste Fundo na Região da Europa do Norte, que será seguido por outros projetos semelhantes no Grupo”, disse Patrick Dupin, Senior Vice-President, CEO da Europa do Norte.

A criação do Fundo de Carbono integra os esforços da Saint-Gobain para reduzir as suas emissões de Escopo 1 e 2 em 33%, bem como as suas emissões de Escopo 3 em 162 até 2030. O mesmo complementa também os investimentos plurianuais financiados pelo Grupo nesta área.

O Grupo consagrará, especificamente, um investimento direcionado e um orçamento de Investigação e Desenvolvimento de cerca de €100 milhões por ano, até 2030, para reduzir suas emissões industriais de CO2.

1

Reino Unido, Irlanda, Noruega, Suécia, Dinamarca, Finlândia, Báltico, Rússia, Ucrânia e CEI, Suíça, Alemanha, Áustria, República Checa, Países do Leste Adriático, Hungria, Eslováquia, Bulgária, Roménia

2

  • Escopo 1: emissões diretas de fontes que a Saint-Gobain possui e controla diretamente
  • Escopo 2: emissões indiretas da produção de energia comprada e consumida pela Saint-Gobain
  • Escopo 3: todas as outras emissões indiretas que ocorrem na cadeia de valor do Grupo