Produtos»Isolamento»Isolamento Térmico de Coberturas Planas Invertidas
DOW

Isolamento Térmico de Coberturas Planas Invertidas

CategoriasIsolamento
carousel
carousel
carousel
carousel

Descrição

Esta secção disponibiliza informação sobre as placas de isolamento térmico em poliestireno extrudido ROOFMATE™, sendo um guia para a concepção e instalação de coberturas planas com a utilização das mesmas tanto em obra nova como em reabilitação.

A aplicação de isolamento térmico numa cobertura plana efectuada na sua forma tradicional ou convencional comporta uma série de particularidades que poderão acelerar o desgaste do sistema de impermeabilização, uma vez que ao ser aplicado por cima do isolamento térmico, o sistema de impermeabilização encontra-se submetido a:
• “Choque térmico”, não só diário como também sazonal / anual.
• danos mecânicos, em particular durante a fase de obra.
• degradação por radiação ultravioleta.
• degradação (também do isolamento térmico convencional) provocada por humidade presente na parte inferior do sistema de impermeabilização e proveniente de chuva que ocorra durante a execução, da própria humidade dos materiais de construção ou de condensação intersticial.

Na cobertura invertida, ao inverter-se as posições relativas convencionais dos sistemas de impermeabilização e isolamento térmico, estando o isolamento térmico sobre a impermeabilização (fig. 5.01), a durabilidade de qualquer sistema de impermeabilização aumenta consideravelmente, ao serem suprimidos os efeitos prejudiciais acima mencionados.
Assim ocorre, por exemplo, com o “choque térmico”: na figura 5.02 estão indicadas as variações da temperatura da impermeabilização nos casos de cobertura tradicional e cobertura invertida. Pode-se confirmar que as variações da temperatura da impermeabilização no sistema invertido são substancialmente inferiores às que se verificam na cobertura tradicional.
Adicionalmente, numa cobertura invertida:
• O sistema de impermeabilização desempenha também o papel de barreira pára-vapor, uma vez que está situado sob o isolamento térmico (encostado à sua “face quente”), evitando-se assim a execução de uma barreira pára-vapor como acontece na cobertura tradicional.
• O isolamento térmico pode ser aplicado sob qualquer condição meteorológica, o que permite rapidez de execução.
• A facilidade e rapidez de aplicação do isolamento térmico permitem economias de mão-de-obra.
• O acesso à impermeabilização está facilitado, o que representa uma vantagem em situações de reparação.

O conceito de cobertura invertida explicado depende absolutamente de um isolamento térmico com propriedades excepcionais, não apenas térmicas, como também mecânicas e de insensibilidade à humidade.

Pedir orçamento

Entraremos em contacto com a melhor proposta.