facebook_pixelOLI Lança Autoclismo Inovador com Duas Entradas de Água | Projectista
OLI Sistemas Sanitários

OLI Lança Autoclismo Inovador com Duas Entradas de Água

Data de publicação

A OLI deu mais um passo importante para a sustentabilidade hídrica através da inovação, ao apresentar um novo autoclismo com duas torneiras de enchimento de água, que permite a ligação do autoclismo a uma segunda rede de abastecimento.

O autoclismo interior OLI74 Plus torna possível, por exemplo, utilizar um reservatório de águas pluviais para as descargas, em alternativa à água potável, um recurso natural escasso, cujo preço é cada vez mais elevado.

A utilização de águas pluviais nos sistemas de instalação sanitária é uma resposta à necessidade de redução do consumo de água no espaço de banho. As recentes previsões das Nações Unidas indicam que em 2030 haverá um défice hídrico de 40% em todo o mundo, sendo urgente adotar novos padrões de consumo, sobretudo no WC, responsável por 33% do consumo doméstico.

O OLI74 Plus foi desenvolvido, no último ano, pelo centro de Investigação e Desenvolvimento da OLI, em Aveiro, e incorpora a tecnologia patenteada Hydroboost e Azor Plus.

Fabricado em polipropileno, material altamente resistente, o OLI74 Plus permite ajustar o volume de descarga de água até aos seis litros e dispõe de quatro acionamentos–‘no touch’, eletrónico, pneumático e mecânico.

Esta solução decorre da inovação que define o ADN da OLI, que atualmente tem 47 patentes ativas e está entre as empresas portugueses que mais patenteiam na Europa.

www.oli-world.com

Últimas soluções técnicas

Ver todasSee more
Sanindusa recebeu visita da AICEP Portugal Global

SanindusaSanindusa recebeu visita da AICEP Portugal Global

Data de publicação

A comitiva liderada por Luís Filipe de Castro Henriques, presidente do Conselho de Administração, iniciou o programa na Tocha nas instalações da reconstruída Sanindusa 2, exemplo mundial em automação e tecnologia ao dispor da cerâmica de sanitários. A última visita deste organismo público havia sido após os incêndios de outubro de 2017 que devastaram por completo esta unidade industrial.