Novo hotel no Mindelo previsto para finais de 2019

Data de publicação

O projecto, a ser edificado na Laginha, onde funciona a actual Alfândega do Mindelo, está orçado em 32 milhões de euros, sendo 22 milhões financiados pela Afreximbank. A previsão é que, com o início da exploração de todo o complexo, sejam criadas 400 empregos directos.
O projecto é promovido pela Matiota Investimento, empresa constituída em Abril de 2015, com o propósito de desenvolver e construir o empreendimento. Na apresentação do projecto, João do Rosário, da promotora, disse que o objectivo é suprir a carência de oferta de camas na ilha.
O empreendimento comporta três actividades distintas: construção de um hotel de quatro estrelas, com 217 quartos, denominado Golden Tulip Mindelo, sob exploração da Golden Tulip, pertencente ao Louvre Hotels Group.
Será também construída uma sala de conferência, denominada Opera do Mindelo, que poderá receber até 600 pessoas sentadas, destinada a conferências nacionais e internacionais, mas também com uma vertente de animação cultural, aos fins-de-semana.
A terceira actividade diz respeito a um Casino, que não está no orçamento solicitado ao Afreximbank, mas previsto desde a primeira hora numa das clausulas dos contratos concluídos com o estado de Cabo Verde. O referido Casino vai ser explorado pelo grupo francês Lucian Barriérre.
As obras devem arrancar dentro de três meses e a inauguração está prevista para Dezembro de 2019.

Gabinete:

METRO URBE – PROJECTOS E CONSULTORIA EM ARQUITECTURA, LDA. + ATELIER ADN LDA – DE NOVAIS & PARTNERS, ARQUITECTURE & ENGINEERING