Ligação a Mondim de Basto com um investimento de 7,6 Milhões de Euros

Data de publicação
A Infraestruturas de Portugal assinou hoje o contrato para a empreitada de construção da ligação de Mondim de Basto à EN210.
Envolvendo um investimento de 7,6 milhões de euros, esta intervenção compreende:
  • a construção de uma nova estrada alternativa à EN210 e EN304, com 2,6 quilómetros de extensão,
  • duas novas Pontes, sobre o Rio Tâmega (com 232 metros de extensão) e sobre o Rio Veade (com 154 metros de extensão).
  • requalificação do troço da atual EN304 com cerca de 1 quilómetro de extensão, que inclui o alargamento desta via de modo a garantir a ligação do centro urbano de Mondim à Ciclovia do Tâmega.
A futura Ligação de Mondim de Basto à EN210, visa assegurar a manutenção das acessibilidades rodoviárias existentes, que são interferidas pela albufeira do Aproveitamento Hidroelétrico de Fridão.
Com este objetivo e no âmbito do Programa Nacional de Barragens com Elevado Potencial Hidroelétrico, foram celebrados dois Protocolos entre a Infraestruturas de Portugal, a EDP – Gestão de Produção de Energia, SA e a Câmara Municipal de Mondim de Basto, o primeiro a 23 de julho de 2010 e um aditamento a 3 de março de 2017, em que se estabelecem os termos da transferência para a IP da responsabilidade da construção da ligação em apreço, assim como das comparticipações das duas outras entidades envolvidas.
A realização desta via será posteriormente complementada com a construção do troço da Variante à EN210, entre Lordelo e Corgo, no concelho de Celorico de Basto, cujo concurso publico para a elaboração do Projeto de Execução, foi publicado em Diário da República no passado dia 27 de abril.

Projeto de execução
CENOR – Consultores, SA
Coordenação:
Infraestruturas de Portugal, SA
EDP – Gestão da Produção de Energia, SA
Direção de Engenharia e Ambiente