Infantário de Midões vai renascer após incêndio de Outubro de 2017

Data de publicação

Começam as obras de reabilitação do Infantário de Midões, em Tábua, três meses após ter sido devastado pelo incêndio de outubro de 2017. A cerimónia de colocação da “Primeira Pedra” ocorreu no dia 6 de fevereiro de 2018.
Em tempo recorde, uma equipa de Voluntários apoiada pela APPII – Associação Portuguesa de Promotores e Investidores Imobiliários – conseguiu colocar em marcha o processo de reabilitação do edifício. A iniciativa conta com o apoio do Município de Tábua e da Junta de Freguesia de Midões.
Esta é uma iniciativa inédita, em Portugal, uma vez que conseguiu reunir-se uma equipa de voluntários que chocada com o “inferno” que o país viveu no ano passado, quis ajudar uma comunidade fragilizada a, na medida do possível, ultrapassar o trauma. Nas palavras do presidente da Câmara Municipal de Tábua, este será, talvez, um dos primeiros edifícios afetados pelas chamas a ficarem concluídos. Mário de Almeida Loureiro avança, ainda, que está previsto que esta “Escola de Todos Nós” esteja operacional e pronta a receber os alunos já no próximo ano letivo de 2018/2019.
A equipa de voluntários é integrada por empresas e profissionais ligados ao setor imobiliário e coordenada pela Level Constellation. O arquiteto Diogo Freire de Andrade, Conceito Arquitetos, assina o projeto, a construção está a cargo da Map, Engenharia, cabendo à Invescon a fiscalização.
Recorde-se que o Infantário é frequentado por 23 crianças, em idade pré-escolar, e foi totalmente destruído pelos incêndios de 15 de outubro de 2017.

Gabinete:

CONCEITO ARQUITETOS