Empresa portuguesa escolhida para restaurar a Catedral do Panamá

Data de publicação

Uma empresa portuguesa de Lousada, especializada em conservação e restauro do património, foi escolhida para participar no restauro da Catedral Basílica de Santa María La Antigua, na cidade do Panamá.
O monumento, classificado como Património Mundial da UNESCO, está a ser profundamente intervencionado. À Dalmática estão confiados os trabalhos de conservação e restauro de três peças fundamentais daquele templo: retábulo-mor, pintura sobre tela e mesa de altar.
O retábulo-mor, datado do século XVIII e com cerca de 20 metros de altura e 9 metros de largura, será totalmente intervencionado pela frente e por trás. Um desafio que as autoridades panamianas decidiram entregar à Dalmática, empresa com 10 anos de actividade em conservação e restauro.
Este não é o primeiro trabalho da empresa naquele país. Entre 2014 e 2015, a Dalmática levou a cabo uma intervenção de conservação e restauro de um dos retábulos laterais da Igreja de La Merced, também na cidade do Panamá e também ela classificada como Património da UNESCO.
A intervenção da equipa portuguesa na Catedral daquela metrópole latino-americana decorrerá ao longo de todo o primeiro semestre de 2018.
A Catedral do Panamá é o mais importante templo religioso local e será inaugurada em Janeiro de 2019, pelo Papa Francisco, por ocasião das Jornadas Mundiais da Juventude.

Gabinete:

DALMÁTICA – CONSERVAÇÃO & RESTAURO